sábado, 1 de janeiro de 2011

A virada

    E um novo ano começa... E como a primeira impressão é que fica, começamos o ano com a sensação de que ele será um espelho da virada de ano, o réveillon. Então começamos bem, não? Com fogos, sorrisos, abraços... cheios de felicidades, que transbordam por todas as faces que passam ao seu alcance. Será que é assim mesmo? Bom, este foi o meu 22º réveillon, contando com aqueles que não tinha nem idéia do que estava acontecendo. E percebo que não há nada de diferente entre eles! É claro, locais, a minha idade, as pessoas ao meu redor, isso muda, mas não o sentido. A data continua significando a passagem de um ano para o outro. Apesar de em tempos diferentes, ela continua sendo a mesma coisa! E analisando que isto sempre vai acontecer, vejo que isso não tem nada de especial! 

    Vejo também, como vi ontem a noite, que eu não sinto felicidade alguma com esta passagem e que muitos também partilham do meu pensamento. E estas pessoas, escancaram sorrisos nos seus rostos, simulam abraços acalorados e apertos de mãos afetuosos com pessoas que nem conhecem. Bom, além deste fato, as pessoas encaram essa "virada" como uma "virada" em suas vidas. Planejam coisas, prometem coisas, sonham com coisas que não cumprem nem correm atrás! Essa ilusão de que é sempre um recomeço... pobres "mortais"... A vida continua e seus erros também. O passado doloroso, as mágoas, as frustrações. E eles tentam camuflar isso com sorrisos bestas e frases inúteis que só duram um dia, ou algumas horas ou minutos antes e depois da contagem regressiva. Se iludem com estas mentiras e iludem os outros com a sua falsidade. Mas isso é real ? É sincero ? Então começamos o ano com falsidades? Com hipocrisia? Com falsas promessas? Um bom jeito de começar o ano não é? Ou você se conforma com esta "virada", ou você faz a verdadeira "virada".

   A verdadeira que consiste em todo dia avaliar a si mesmo, seus erros, acertos, dúvidas, e sempre tentar melhorar. Avaliar as suas atitudes com o próximo, sua forma como os tratam, com verdades ou com mentiras e pensar que se você estivesse em seu lugar como você se sentiria. Mas estas mudanças não podem ocorrer de modo falso muito menos uma vez ao ano. Elas tem de ser sinceras e tem de ser avaliadas e realizadas o máximo de vezes possíveis. Retire sua máscara e seja quem você quer e deve ser! Não por um momento, por uma "virada" de ano, mas por toda a sua vida!

Nenhum comentário: