segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Saldo no fim do mês

"...Você é igual à decadência refletida em tudo. Todos fazemos parte da mesma podridão. Somos o único lixo que canta e dança no mundo.

Você não é sua conta bancária nem as roupas que usa, você não é o conteúdo de sua carteira, você não é seu câncer de intestino, você não é seu café com leite, você não é o carro que dirige nem suas malditas gatinhas.

Você precisa desistir. Você precisa saber que vai morrer um dia. Antes disso, você é um inútil. Será que nunca serei completo?..."

Essa citação vem do filme "Fight Club",ou em português,"Clube da Luta". Quem não viu o filme talvez não entende de primeira sua essência,se não entendeu leia novamente tentando se ver no texto. O texto mostra o que muitos homens,mulheres fazem,tentam se adaptar ao mundo, mas como resultado se tornam algo que não são. O animal,sim o animal,o espécime homo sapiens sapiens,pode ter evoluído ao ponto onde seu pensar o beneficiou com carros,com tv's absurdas,aviões,tudo que o mundo do dinheiro exige que um bom seguidor tenha,mas na sua essência ele como todas as outras espécies tem como principal objetivo sobreviver. Pense,por mais que doa em você (alguns podem relutar), todas as criaturas do mundo tem como objetivo sobreviver e procriar,perpetuar a espécie. Isso é diferente naturalmente no homem? Não. Porque então o fascínio,o delírio,a devoção ao dinheiro e aos bens?

Eu não nego que a felicidade é sim um dos principais objetivos da vida de um homem,tanto que já devo ter mencionado algumas vezes no blog,mas o dinheiro é a personificação da felicidade? A felicidade só se implica em ver sua conta,ver o quanto ela está recheada,ver seu carro zero importado? Entender o porque o dinheiro é importante ao homem é fácil,neste mundo é mais fácil sobreviver com ele,sendo ele uma peça quase natural de sobrevivência,assim suprindo o principal objetivo do homo sapiens. Mas se matar,fazer com que sua vida gire ao redor do dinheiro e viver unica e exclusivamente para ele...isso para mim é um sinal dos novos tempos,um sinal deste mundo,um sinal da insanidade! Já citei que muitos acabam com sua vida dando valor a pequenos espasmos de extremo prazer ilusório com seus vícios...E este é o exemplo natural do homem moderno...alguem extremamente materialista,consumista,suicida que só vive com emoções fortes e absurdamente rápidas! Exemplos? Olhem ao seu redor,veja que próximos querem dinheiro para ir a festas,beber,fazer sexo rápido e sem se preocupar em dar continuidade ao pseudo relacionamento,que vive o momento curto de sua vida sem saber que ele é uma parte de algo maior. Antes que pense,não sou fanático religioso e vou falar de Deus ou algo a respeito. Acredito em Deus,acredito em algo maior,mas não falo nisso,falo que cada um faz parte de um grande amotinado chamado Terra! O nosso mundo,cada um não é nada,mas unidos formamos o todo que é o nosso planeta,nosso mundo. Já falei sobre isso...

Este homem,este exemplar,é a forma esculpida do que este mundo atual quer,alguem onde seu capital de giro possa soar com algum sentido. Alguem que se adaptou ao nada se esquecendo do que mais importava em um homem...Até as crianças de hoje,não se importam com os valores,não vêem mais alegria em qualquer coisa com um amontoado de barro,querem celulares,andam de mini saia mostrando suas calcinhas,falam de sexo como se estivessem fazendo...ou na verdade estão? São mini adultos sem responsabilidade... O "ser" humano com seus atos "humanos",largou o pensar,no todo,para pensar em pequenas partes. Onde estão os valores? Onde está a moral? Onde está a razão? Na minoria,a minoria que pensa com cérebro pelo resto dos 90% do corpo...pensa pela maioria que apenas faz seu "trabalho" sem saber o que realmente está acontecendo,porque no fim,o que importa é o saldo no fim do mês,não é?

Nenhum comentário: