sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

Hora de mudar de atitude

Outro dia recebi um email com esse texto do Luis Fernando Veríssimo, gostei bastante apesar de ser pessimista.Acho que ta na hora de mudar,quem sabe o texto os ajude tambem.


HORA DE MUDAR DE ATITUDES

Um dia, quando os funcionários chegaram para trabalhar, encontrou na portaria um cartaz enorme, no qual estava escrito:

Faleceu ontem a pessoa que atrapalhava sua vida na Empresa. Você está convidado para o velório na quadra de esportes.

No início, todos se entristeceram com a morte de alguém, mas depois de algum tempo, ficaram curiosos para saber quem estava atrapalhando sua vida. E bloqueando seu crescimento na empresa. A agitação na quadra de esporte era tão grande, que foi preciso chamar os seguranças para organizar a fila do velório.

Conforme as pessoas iam se aproximando do caixão, a excitação aumentava: Quem será que estava atrapalhando o meu progresso?

Ainda bem que o infeliz morreu!

Um a um, os funcionários, agitados, se aproximaram do caixão, olhavam pelo visor do caixão a fim de reconhecer o defunto, engoliam em seco e saíam de cabeça abaixada, sem nada falar uns com os outros. Ficavam no mais absoluto silêncio, como se estivessem sido atingidos no fundo da alma e dirigiam-se para suas salas. Todos, muito curiosos mantinham-se na fila até chegar a sua vez de verificar quem estava no caixão e que tinha atrapalhado tanto a cada um deles.

A pergunta ecoava na mente de todos:

Quem está nesse caixão?

No visor do caixão havia um espelho e cada um via a si mesmo...Só existe uma pessoa capaz de limitar ser crescimento: VOCÊ MESMO!

Você é a única pessoa que pode fazer a revolução de sua vida. Você é a única pessoa que pode prejudicar a sua vida.

Você é a única pessoa que pode ajudar a si mesmo.

Sua vida não muda quando seu chefe muda,quando sua empresa muda, quando seus pais mudam, quando seu(sua) namorado(a)muda,sua vida muda...quando você muda!Você é o único responsável por ela.

O mundo é como um espelho que devolve a cada pessoa o reflexo de seus próprios pensamentos. A maneia como você encara a vida é que faz toda a diferença. A vida muda, quando você muda.

(Luiz Fernando Veríssimo)

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Desilusão

"Eis aqui estou novamente sozinho com meus pensamentos.Queria ignora-los,mas minhas pernas não permitem-me fugir.Já não sinto mais nada,meu corpo mais parece uma casca vazia do que a extenção da alma.Meu coração bate tão rápido que parece querer sair de meu peito, e a sensação de sufoco,me coprime deixando-me paralizado.Sendo assim,a unica demosntração de algo vivo,são as lágrimas que escorrem do meu rosto.Já não sei mais o que era sonho,o que era realidade,só consigo associa-los a um filme da minha vida.
Tudo passava calmamente na minha frente,tentando me fazer sentir mais dor do que agora sinto.
Vejo na minha frente os tormentos que agora quero evitar.Tudo o que antes era belo,o que antes era sublime,agora amarga em meu coração. Todo o mundo que antes brilhava aos olhos do meu futuro,agora se encontram desiludidos aos pés de meu presente.Como um sonho desiludido,se destruindo,minhas lágrimas são carregadas pelo vento,para algo além do meu alcance,algo que nunca por mim foi esperado,algo que por mim nunca foi esperado."



De acordo com o Michaelis:

Desilusão:
de.si.lu.são
sf (des+ilusão) 1 Efeito de desiludir. 2 Perda de ilusão. Sin: desengano.

Desiludir:
de.si.lu.dir
(des+iludir) vtd 1 Causar desilusão ou decepção a: A realidade os desiludiu. vpr 2 Desenganar-se, perder ilusões: Descoroçoou, desiludiu-se. Desiludiu-se da sua ficção.

terça-feira, 4 de novembro de 2008

Internacionalização da Amazônia

Estava em um chat e esse assunto explodiu.Todos sabem que os EUA(Estados Unidos da America)querem roubar a amazônia de nós,e por isso invetam desculpas ridículas.No meio da conversa alguem poste um link,e ao clica-lo vi o texto a seguir.O texto é de Cristóvam Buarque,ex governador do Distrito Federal e Reitor da universidade de Brasília(UnB).

Durante debate ocorrido no mês de Novembro/2000, em uma Universidade, nos Estados Unidos, o ex-governador do Distrito Federal, Cristovam Buarque (PT), foi questionado sobre o que pensava da internacionalização da Amazônia. O jovem introduziu sua pergunta dizendo que esperava a resposta de um humanista e não de um brasileiro. Segundo Cristovam, foi a primeira vez que um debatedor determinou a ótica humanista como o ponto de partida para a sua resposta:

"De fato, como brasileiro eu simplesmente falaria contra a internacionalização da Amazônia. Por mais que nossos governos não tenham o devido cuidado com esse patrimônio, ele é nosso. Como humanista, sentindo e risco da degradação ambiental que sofre a Amazônia, posso imaginar a sua internacionalização, como também de tudo o mais que tem importância para a Humanidade. Se a Amazônia, sob uma ótica humanista, deve ser internacionalizada, internacionalizemos também as reservas de petróleo do mundo inteiro. O petróleo é tão importante para o bem-estar da humanidade quanto a Amazônia para o nosso futuro. Apesar disso, os donos das reservas sentem-se no direito de aumentar ou diminuir a extração de petróleo e subir ou não o seu preço. Da mesma forma, o capital financeiro dos países ricos deveria ser internacionalizado

Se a Amazônia é uma reserva para todos os seres humanos, ela não pode ser queimada pela vontade de um dono, ou
de um país. Queimar a Amazônia é tão grave quanto o desemprego provocado pelas decisões arbitrárias dos especuladores globais. Não podemos deixar que as reservas financeiras sirvam para queimar países inteiros na volúpia da especulação. Antes mesmo da Amazônia, eu gostaria de ver a internacionalização de todos os grandes museus do mundo. O Louvre não deve pertencer apenas à França. Cada museu do mundo é guardião das mais belas peças produzidas pelo gênio humano. Não se pode deixar esse patrimônio cultural, como o patrimônio natural amazônico, seja manipulado e destruído pelo gosto de um proprietário ou de um país.

Não faz muito, um milionário japonês, decidiu enterrar com ele um quadro de um grande mestre. Antes disso, aquele quadro deveria ter sido internacionalizado. Durante este encontro, as Nações Unidas estão realizando o Fórum do Milênio, mas alguns presidentes de países tiveram dificuldades em comparecer por constrangimentos na fronteira dos EUA. Por isso, eu acho que Nova York, como sede das Nações Unidas, deve ser internacionalizada. Pelo menos Manhattan deveria pertencer a toda a Humanidade. Assim como Paris, Veneza, Roma, Londres, Rio de Janeiro, Brasília, Recife, cada cidade, com sua beleza específica, sua história do mundo, deveriam pertencer ao mundo inteiro. Se os EUA querem internacionalizar a Amazônia, pelo risco de deixá-la nas mãos de brasileiros, internacionalizemos todos os arsenais nucleares dos EUA. Até porque eles já demonstraram que são capazes de usar essas armas, provocando uma destruição milhares de vezes maior do que as lamentáveis queimadas feitas nas florestas do Brasil. Nos seus debates, os atuais candidatos à presidência dos EUA têm defendido a idéia de internacionalizar as reservas florestais do mundo em troca da dívida.

Comecemos usando essa dívida para garantir que cada criança do mundo tenha possibilidade de ir à escola. Internacionalizemos as crianças tratando-as, todas elas, não importando o país onde nasceram, como patrimônio que merece cuidados do mundo inteiro. Ainda mais do que merece a Amazônia. Quando os dirigentes tratarem as crianças pobres do mundo como um patrimônio da Humanidade, eles não deixarão que elas trabalhem quando deveriam estudar; que morram quando deveriam viver. Como humanista, aceito defender a internacionalização do mundo. Mas, enquanto o mundo me tratar como brasileiro, lutarei para que a Amazônia seja nossa. Só nossa."

segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Dê uma mãozinha a natureza!

Como todos sabem,o homem está acabando com o meio ambiente.Como todos sabem,o homem degrada o meio ambiente de várias formas,e uma delas é lixo.Para os que não sabem,Lixo é todo resíduo sólido resultante das atividades humanas.Ele pode ser orgânico,resultante de restos de seres vivos e de vegetais,ou inorgânico,composto,embalagens,vidros,metais,plástico,papeis,etc.
Infelizmente,não conheço uma alternativa que evite a ciração do lixo,o que significa que ele é inevitével.Como ele é inevitável,e agride muito a natureza,temos jeitinhos para amenizar esse problema.

Você já deve ter ouvido falar sobre reciclagem,e sabe o que é?
A reciclagem utiliza o lixo como matéria prima para a fabricação de outros produtos.A reciclagem é fundamental para a diminuição da quantidade de lixo,de lixões,da extração de recursos naturais,do consumo de energia e para a manuntenção da limpeza das cidades.

O que podemos reciclar?
Podemos reciclar metais,papeis,vidros,plástico e o óleo de cozinha.

Que metais podemos reciclar?
Latas de aço (de óleo de cozinha,salsicha),de alumínio (refrigerantes,cervejas),sucatas de construção civil,aço,inox,cobre,latão.
Não podemos recilcar:Clips,grampos,esponjas de aço,canos e pilhas.

Que papeis podemos reciclar?
Cadernos,revistas,livros,jornais,listas telefônicas,embalagens de papelão,papel de faz,envelopes,cartazes.
Não podemos reciclar:Papel higiênico,papel toalha,guardanapo,papel carbono,etiquetas adesivas,fita crepe,papel plastificado ou metalizado,guimbas de cigarro e fotografias.

Que vidros podemos reciclar?
Garrafas,frascos,potes,copos em geral.
Não podemos reciclar:lâmpadas comuns,espelhos,monitores de tv e de computadores,cerâmicas,porcelanas,vidros planos.

Que plásticos podemos reciclar?
Garrafões,embalagens,sacos e potes plásticos,brinquedos,utensílios domesticos,copos de plástico,canos e tubos.
Não podemos reciclar:cabos de panela e tomadas.

Como reciclamos o óleo de cozinha?
O óleo de cozinha usado deve ser depositado em uma garrafa pet, e levado a um centro de coleta,onde eles podem fazer desde um sabonete,ao biodiesel.

Existem outras formas de ajudar o nosso planeta.Temos que ter um consumo consiente,independente do que consumimos.A água por exemplo,temos que ter respeito ao usa-la,não é só porque a Terra tem mais água é que podemos sair esbanjando.Tente ajudar o planeta da sua forma,sua ajuda nunca será em vão!

quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Poema sem nome de Fernando Pessoa

"Onde você vê um obstáculo,
alguém vê o término da viagem
e o outro vê uma chance de crescer.
Onde você vê um motivo pra se irritar,
Alguém vê a tragédia total
E o outro vê uma prova para sua paciência.
Onde você vê a morte,
Alguém vê o fim
E o outro vê o começo de uma nova etapa...
Onde você vê a fortuna,
Alguém vê a riqueza material
E o outro pode encontrar por trás de tudo, a dor e a miséria total.
Onde você vê a teimosia,
Alguém vê a ignorância,
Um outro compreende as limitações do companheiro,
percebendo que cada qual caminha em seu próprio passo.
E que é inútil querer apressar o passo do outro,
a não ser que ele deseje isso.
Cada qual vê o que quer, pode ou consegue enxergar.
"Porque eu sou do tamanho do que vejo.
E não do tamanho da minha altura."

terça-feira, 28 de outubro de 2008

Não sei quantas almas tenho(Fernando Pessoa)

" Não sei quantas almas tenho.
Cada momento mudei.
Continuamente me estranho.
Nunca me vi nem acabei.
De tanto ser, só tenho alma.
Quem tem alma não atem calma.
Quem vê é só o que vê,
Quem sente não é quem é,
Atento ao que sou e vejo,
Torno-me eles e não eu.
Cada meu sonho ou desejo
É do que nasce e não meu.
Sou minha própria paisagem;
Assisto à minha passagem,
Diverso, móbil e só,
Não sei sentir-me onde estou.
Por isso, alheio, vou lendo
Como páginas, meu ser.
O que sogue não prevendo,
O que passou a esquecer.
Noto à margem do que li
O que julguei que senti.
Releio e digo: “Fui eu?”
Deus sabe, porque o escreveu."


Poema sem nome de Vinícius de Moraes



"Eu sei e você sabe
Já que a vida quis assim
Que nada nesse mundo levará você de mim
Eu sei e você sabe
Que a distância não existe
Que todo grande amor
Só é bem grande se for triste
Por isso meu amor
Não tenha medo de sofrer
Que todos os caminhos
Me encaminham a você.
Assim como o Oceano, só é belo com o luar
Assim como a Canção, só tem razão se se cantar
Assim como uma nuvem, só acontece se chover
Assim como o poeta, só é bem grande se sofrer
Assim como viver sem ter amor, não é viver
Não há você sem mim
E eu não existo sem você!"


segunda-feira, 27 de outubro de 2008

Soneto do Amor Total(Vinícius de Moraes)

" Amo-te tanto meu amor... não cante
O humano coração com mais verdade...
Amo-te como amigo e como amante
Numa sempre diversa realidade.
Amo-te enfim, de um calmo amor prestante
E te amo além, presente na saudade.
Amo-te, enfim, com grande liberdade
Dentro da eternidade e a cada instante.
Amo-te como um bicho, simplesmente
De um amor sem mistério e sem virtude
Com um desejo maciço e permanente.
E de te amar assim, muito e amiúde
É que um dia em teu corpo de repente
Hei de morrer de amar mais do que pude."


Soneto da Fidelidade(Vinícius de Moraes)



"E tudo, ao meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meus pensamentos
Quero vivê-lo em cada vão momento
E em seu louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento
E assim quando mais tarde me procure
Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama
Eu possa me dizer do amor (que tive)
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure"


segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Conto : Uma noite de outro planeta

Uma noite de outro planeta
escrito por Diogo Coimbra


"Tava andando pela rua bem tranquilo e sussegado",quando vi umas luzes no céu e reparei que elas vinham pro meu lado!Curioso fiquei a contemplar aquele acontencimento suntuoso.Depois de horas a obersavar reparei que as luzes não estavam mais lá!Olhei para um lado olhei para o outro lado, olhei para o lado oposto do lado do outro lado que ficava do outro lado do lado inicial,mas não encontrava nada.

Continuei "pela estrada fora","caminhando e cantando e seguindo a canção",mas infelizmente meu destino estava traçado.Quando virei a esquina me deparei com um objeto redondo do tamanho de uma casa!O objeto piscava sem parar luzes coloridas,e tinha em cima dele um letreiro luminoso enorme escrito ET's Burguer,infelizmente não liguei o nome a pessoa,tambem não conhecia ninguem chamado ET!

Me aproximei com cautela,sempre curioso.Quando olhei pela porta do objeto,só pude notar que a mobília pareciam ser estrangeira,porque os móveis tinham uma cor metálica e tambem variavam formatos diferentes,talvez sejam móveis do Japão!Disse que só pude notar isso porque levei um forte golpe na nuca,e como não lembro de nada depois disso além de no momento senti uma forte dor na cabeça,dedusi que tinha desmaiado.Me senti tonto,sempre acordando em estado de "zumbi"e apagando novamente.Enquanto apagava e acordava,vi novamente japoneses,aqueles malditos japoneses verdes,com olhos enormes e pretos e o pior,não tinham nariz!Os malditos japoneses me enfiaram...me enfiaram...me enfiaram hamburgueres(achou que era algo pornográfico né) guéla abaixo!Malditos japoneses me fizerem comer hamburgeres horríveis!

Do nada acordei e percebi que estava deitado em um banco da praça!Não me lembro de ter deitado lá,mas sabe como é né,de vez em quando perdemos o rumo,então decidi ir para casa.Durante o caminho,observei luzes estranhas desaparecerem no céu,e lembrei do acontecido.Seriam experiencias dos japoneses?Nunca irei saber.No final,a única coisa que tinha certeza é de que estava com uma forte dor de barriga.



Obs:Escrevi esse conto,em uma comunidade do orkut com objetivo de explicar minha ausência de modo engraçado,e ao mesmo tempo satirizar et's e ovnis.

domingo, 5 de outubro de 2008

Estranha sensação

Essa sensação ruim,a sensação de que estou sozinho retornou.
Eu não tenho a mínima idéia de como ela apareceu,mas ela já se tornou presente na minha vida.
Eu me sinto sozinho,como se eu não tivesse importância.
Eu sei que minha presensa é insignificante se tratando do Mundo,mas para as pessoas ao meu redor,eu imagino que seja importante.
O problema,é que as vezes sinto que não sou importante para as pessoas ao meu redor,me sinto excluido por elas.
Como essas pessoas são as que estão mais perto de mim,me sinto sozinho,essa é a sensação!
Eu sinto que estou só,que não há ninguem comigo,ali do meu lado,me apoiando,me escutando.
Sinto que se morresse,não faria falta para as pessoas que fazem falta para mim!
Me sinto...sozinho.

quinta-feira, 18 de setembro de 2008

O que é mais importante:ser ou ter?

Essa pergunta é difícil de ser respondida pela maioria das pessoas hoje em dia.A maioria se importa muito com os bens materiais,se esquecendo de coisas mais importantes.Hoje é mais importante ser rico do que ajudar o próximo,é mais importante ganhar a qualquer custo do que dar sem qualquer retribuição,é mais importante colecionar objetos caros do que amar.Todo dia me deparo com alguem dizendo"Quero comprar aquilo"ou "Se eu tivesse aquilo seria feliz".Será que a felicidade é comprada pelo dinheiro?Será que ser rico é ser feliz?Para mim isso é ganancia,podemos ser felizes com muito pouco,mas não podemos ser felizes com muito sem ter alguem para compartilhar.Amor não se compra,não tem preço.Não adianta ser rico sem ter amor,seja de uma companheira(o),amigo(a) ou familiar.Não importa qual seja o tipo do amor,ele não tem preço.Mas não é só isso que é importante,o caráter é muito importante,e ele tambem não está a venda.Se todos fossemos honestos o mundo seria bem melhor.Muitos deixam o caráter de lado para ter o que querem.Existem tambem pessoas que são compradas.Pessoas quese vendem,vendem seus princípios,seu caráter,seus entes queridos.Infelizmente o dinheiro é a engrenagem do mundo,enquanto o dinheiro for a engrenagem do mundo,haverá pessoas inexcrupulosas atras dele. Mas é o que eu digo, viva a diferença.

Viva a diferença!

Quem nunca disse "gosto não se discute"?É verdade,cada um tem seu gosto,sua opinião ou pensamento,isso não significa que serão sempre diferentes.Algumas vezes,criticamos muito alguma coisa porque não gostamos dela,mais alguem gosta.Chegamos até agredir verbalmente esse gosto,mais nos esquecemos que todos somos diferentes.Quem nunca discutiu com alguem que tinha um gosto totalmente diferente do seu?Acho que deveríamos nos colocar no lugar dessas pessoas,deveríamos imaginar como seria se nosso gosto fosse o criticado.Entender o próximo é fundamental para ter uma boa convivencia.Que tal aceitarmos as diferenças,ainda mais que se todos fossemos iguais seria horrível.

sábado, 13 de setembro de 2008

Qual o tamanho da importância da sua existencia?

Estava comentando em um blog,e lembrei de uma coisa que sempre pensava,a nossa importancia no mundo.No anime Full Metal Alchemist,eles explicam importancia da existencia,e me baseando nela,penso da seguinte forma:
"A humanidade,é como uma praia.Cada um é um grão de areia.Sozinhos somos insignificantes,mas em conjunto formamos uma grande e bela praia.Se um grão de areia for levado pelo vento,os outros continuarão unidos,e sua ausencia não será notada.A praia continuará lá,com um grão a menos."

Algumas vezes,nosso pensamento é exclusivamente focado em nós mesmos.Achamos que somos os reis do mundo.Mais eu pergunto:Se você morrer,o mundo vai parar?A resposta é não,todos continuarão vivendo e a Terra continuará girando.Acho que deveríamos repensar nossos atos.Pensar que sozinhos não somos tão grandiosos assim,que temos que nos unir para sobreviver,como fizeram os homens das cavernas.

quinta-feira, 11 de setembro de 2008

O mito da caverna

"Imaginemos um muro bem alto separando o mundo externo e uma caverna . Na caverna existe uma fresta por onde passa um feixe de luz exterior. No interior da caverna permanecem seres humanos, que nasceram e cresceram ali."

"Ficam de costas para a entrada, acorrentados, sem poder locomover-se, forçados a olhar somente a parede do fundo da caverna, onde são projetadas sombras de outros homens que, além do muro, mantêm acesa uma fogueira".

"Os prisioneiros julgam que essas sombras sejam a realidade."

"Um dos prisioneiros decide abandonar essa condição e fabrica um instrumento com o qual quebra os grilhões. Aos poucos vai se movendo e avança na direção do muro e o escala, com dificuldade enfrenta os obstáculos que encontra e sai da caverna, descobrindo não apenas que as sombras eram feitas por homens como eles, e mais além todo o mundo e a natureza."

Interpretação segundo a Wikipedia

"Platão referia-se aos seus contemporâneos, com suas crenças e superstições. O filósofo era qual um fugitivo capaz de fugir das amarras que prendem o homem comum às suas falsas crenças e, partindo na busca da verdade, consegue apreender um mundo mais amplo. Ao falar destas verdades para os homens afeitos às suas impressões, não seria compreendido e seria como tomado por mentiroso, um corruptor da ordem vigente."

"O mito da caverna é uma metáfora da condição humana perante o mundo, no que diz respeito à importância do conhecimento filosófico e à educação como forma de superação da ignorância, isto é, a passagem gradativa do senso comum enquanto visão de mundo e explicação da realidade para o conhecimento filosófico, que é racional, sistemático e organizado, que busca as respostas não no acaso, mas na causalidade."

Alguma semelhança?

quarta-feira, 10 de setembro de 2008

O ser humano

O que é ser normal?O que é ser um ser humano?Ter dois polegares opositores?Ou melhor,ser "racional"?Será mesmo que somos racionais?
Racional:1Quem tem a faculdade de raciocinar.2Quem só concebe pela razão.3Conforme a razão:razoável,lógico.4Conforme o raciocínio ou fundado sobre ele.
Será que o perfil geral do seres humanos se encaixam nesses termos?
Claro que sim,por que os homens desidiram matar.Eles raciocinaram e resolveram roubar o avião e batelo contra um prédio e matar milhares de pessoas.Ele decidiu que sua raça era pura e as outras não,e decidiu matar os impuros.Todos raciocinaram,todos pensaram antes de agir,então quer dizer que a natureza humana é ruim?Não sei mais vamos avaliar:quem nunca mentiu;quem nunca omitiu;quem nunca quis algo alheio;quem nunca teve raiva do próximo?
É,vejo que é sim da natureza humana,ser assim,mas nem todos são ruins.Mude seus atos,mesmo que pareça ser pouco para mudar o mundo.Nem todo esforço é recompensado,mas é melhor dormir sabendo que você tentou.

A realidade

Um dia acordei e percebi que tudo ao meu redor me era estranho.Meu quarto,minha casa era estranha.Todos os objetos continuavam em seu lugar,mas havia uma sensação de que não era minha casa.Ao sair de casa me deparei com alguns conhecidos,mas ao vê-los percebi que tambem eram estranhos,seus rostos eram os mesmos,mas suas atitudes,o jeito de falar,havia algo errado.Tentei ficar sozinho e refletir,mas faltava algo,faltava algo dentro de mim.Me sentia vazio,como se meu corpo fosse uma casca,só que sem nada dentro.Percebi então que não sentia mais,não estou dizendo dos cinco sentidos,e sim dos sentimentos.Amor,ódio,medo,alegria,não sentia mais nada.Desesperado fui procurar alguem,mas descobri que ainda eram estranho para mim,e não podia confiar neles.Me tranquei no meu quarto esperando que o silencio me curasse,mas não havia silencio,só um zumbido doloroso como um forte chuva,batendo e batendo no telhado do meu subconciente.Sai do meu quarto e fui ao banheiro para lavar o rosto,ao olhar no espelho percebi que eu era o estranho.Percebi que estranhava tudo por que eu era o estranho,percebi que desconhecia tudo por que eu era o desconhecido,percebi que tudo era uma ilusão por que eu era uma ilusão.